26/06/2016

Aqui estou

Você pode ler esse texto ouvindo “SomewhereOnly we know


Aqui estou, no canto dessa festa. Com essa garrafa de cerveja. Com essas luzes ofuscando os meus olhos. E essa música forte martelando na minha cabeça. Estou aqui tentando entender o que foi isso que a gente viveu. Tentando decifrar os mistérios que fizeram encantar-me por você. Ao som dessas músicas que me incentiva a beber mais e a te esquecer. Estou tentando descobrir o porquê você seguiu outro caminho diferente do que eu tinha planejado para nós. Talvez a resposta esteja aí. Eu planejei. Eu sonhei. Eu agi. Eu. Eu. Eu. Tudo foi sempre eu. Eu que me encantei. Eu que queria ficar perto de você. Eu que pensei em um possível nós. Você nunca esteve aqui. Você não sonhou. Você não planejou. Você não me enxergou. Só viu mais um. Mais um daquele aplicativo que te viciou. Não percebeu quem estava ao seu lado. Não sentiu os meus sentimentos por você. Não quis ver que eu queria você com todos os seus defeitos, manias, dramas e qualidades.  Só enxergou o seu eu e não viu, o nós. Queria que tivesse visto o que fiz. O que enfrentei. Os pauzinhos que mexi. As pessoas que enfrentei para existir o nosso momento. Mas não. Estava preocupando-se em fazer um joguinho que eu  nunca conseguirei vencer. Sempre terá uma fase a mais para ser superada. Surgirá cada vez mais obstáculos para ultrapassar. Você os coloca para ver até onde eu vou. E eu irei. Irei até onde você me permitir ir. Porque eu estava disposto a ir até o fim para estar com você. Minha cabeça dói. Dói por causa da quantidade de álcool que já ingeri. Dói, com certeza porque você não olhou além do seu aquário e dói porque é difícil entender isso que tivemos. Mas foi bom e provavelmente por isso q estou aqui martelando a minha cabeça com essa história. E o que consola a dor dessa noite e da história da minha vida é que as pessoas certas ficam juntas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta ai o que você achou ....