29/01/2015

Acredito que você existe


Você pode ler esse texto ouvindo Thinking out lound



Estou esperando você chegar com seu jeitinho otimista de ver a vida. Aguardando a sua chegada calma e avassaladora na minha vidinha. Desejando que você me devolva o sentido de viver que a vida me roubou. Estou querendo ser incomodado pelos seus telefonemas, pelas suas mensagens, pelas suas cobranças, pelas suas surpresas e até pelas suas chatices.

Cadê você para colorir meus dias? Tirar-me da rotina, fazer o meu dia a dia se torna realmente dia. Estou te procurando, mesmo sabendo que não se procura alguém como você, você só simplesmente aparece.


Posso até me esconder atrás de uma fantasia de quem pouco se importa com essas coisas, mas no fundo... mas no fundo mesmo...eu sonho com um apê legal, perto do mar, com quem eu possa dormir e acordar e ver o mesmo rosto ao meu lado todos os dias sem ter as incertezas me cercando, que vá fazer compras comigo no supermercado. Acredita que eu tenho esse sonho, de fazer compras com a pessoa que estou amando!  Ah, sei lá, eu acho que seria algo romântico, você e a pessoa. RS. Sonho com você dividindo o silêncio comigo, a louça para lavar, me pegando de surpresa e me sujando com o molho branco do macarrão de domingo. Poxa, será que seria pedir muito uma vida ao seu lado?

Sabe, pode está tudo dando errado, levando milhares de golpes de todos os lados e tudo conspirando para, o não, ouvindo e vendo milhares de história que não deram certo. As pessoas desacreditando do amor e na simplicidade de uma vida a dois, mas ainda assim acredito que você existe para mim...