14/03/2012

Testemunho sobre santidade dado no Programa "O amor vai falar" na rádio Maria


Bom dia! Meu nome é Alexandre, filho de Deus, batizado, vocacionado da Comunidade Católica Shalom, estudante de Letras.
E antes de começar a testemunhar quero que meditemos um pouco sobre uma frase que o Senhor me deu durante as minhas orações e está fazendo toda diferença na minha vida. A frase é a seguinte “Não existem erros quando nos decidimos por Deus”.
Quando fui chamado a testemunhar fiquei me perguntando o que diria. Foram tantos os questionamentos que só dei a resposta no outro dia, pois com o decorre da minha vida fui aprendendo que todas as respostas e decisões devem ser tomadas em oração diante do Senhor. E ao montar este texto não foi diferente, foi diante Dele que escrevi.
Eu perguntava a Deus quais palavras usar, que frases ficariam mais bonitas. Em resposta o Senhor dizia que não que é preciso palavras e nem frases bonitas. É preciso falar com a vida, porque um santo não é conhecido por suas palavras, mas sim por sua vida. A partir disso fui entendo o que eu precisava dizer sobre mim. Fui percebendo que era necessário fala da minha busca constante pela santidade, porque eu sou o Santo que a humanidade procura hoje. É pela vida minha vida e o meu testemunho que eles irão conhecer a Deus. Eu sou o santo que o Papa João Paulo II tanto desejou e de que o mundo tanto precisa.
Digo para você ouvinte a santidade é um caminho de felicidade e para felicidade. Sim, é um caminho muito difícil, mas feliz. Cheio de obstáculos, renúncias, decisões, porém que conduz ao Eterno. Falo disso por experiência própria, que são batalhas todos os dias, no entanto a felicidade que possuo e possuirei é muito maior.
E você também é chamado a esse caminho, a essa vocação. Aqui me lembro das palavras do meu fundador Moysés Azevedo que vai dizendo “Nosso alvo é a santidade, não por presunção, mas por vocação, pois todos os homens a isto são chamados.”. É acreditando nessas palavras que todo homem é chamado à santidade, é que me determino a buscar a vontade de Deus, a sair do pequeno mundo chamado eu e partir para o grande mundo chamado outro, e ter um amor incondicional a Jesus Cristo.
E aqui volto à frase que inicie o texto sobre os erros e a decisão por Deus. Eu afirmo com total consciência que durante toda a minha história não houve uma vez que me decidi por tudo aquilo citado e principalmente por Cristo que fui infeliz ou errei. Pelo contrário foram sempre acertos e felicidade constante.
Hoje olho para os santos e vejo o quanto amaram a Deus e a sua santa vontade, o quanto eram íntimos Dele, o quanto eram livres. Vendo-os e que tomo a determinação de também como eles fazer da minha vida um evangelho, uma bíblia onde as pessoas possam conhecer a Jesus Cristo.
Termino com uma frase do Moysés que me encoraja na vocação de ser santo “Sim, pai não é fácil, mas eu desejo, eu quero, eu vou, amém.”. Espero que ela também possa sustenta a sua decisão.
Encontre meus irmãos, em Deus a força para alcançar a santidade, pois antes mesmo que seja um desejo teu é um desejo Dele.
Shalom




2 comentários:

Lu Vaz disse...

Muito bom meu irmão! Deus abençoe! Que Ele nos dê a graça necessária para prosseguirmos lutando em Sua santa vontade que é nossa felicidade! Shalom!

Delchiawon disse...

Fico muito feliz que tenha gostado. Que Ele nos dê a graça sempre, porque já está mais que comprovado que por nós mesmo não conseguimos.
Shalom.

Postar um comentário

Comenta ai o que você achou ....